Coluna Seabra Neto

Entrevista: Ricardo Moreira fala da expectativa de ser jurado do Festival de Nova York

08 nov 2017 por Seabra Neto

O premiado publicitário Ricardo Moreira vive a colher os bons frutos do seu estúdio, o Moreira Estúdio, inaugurado há cinco anos na cidade de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O mais recente deles foi o convite para compor, pela primeira vez, o júri do Festival de Nova York – NYF Advertising Awards, que acontecerá no próximo ano na cidade mais badalada e populosa dos Estados Unidos. Comemorando o feito, o criativo, que já atuou na Talk Produções, na Gênesis Comunicação e na Intertotal, concedeu entrevista exclusiva para a coluna, em que falou sobre suas expectativas como jurado da competição, os trabalhos concorrentes da premiação e também sobre o mercado de produção e publicitário  de Pernambuco. Saiba mais acompanhando a entrevista:

Seabra Neto – Você foi convidado para compor, pela primeira vez, o júri do Festival de Nova Iork – NYF Advertising Awards, que vai ocorrer no próximo ano. Quais são suas expectativas diante desse desafio?

Ricardo Moreira – NYF Advertising Awards é um dos grandes festivais de publicidade, recebe inscrições de várias agências do mundo. Sendo assim, a expectativa e a responsabilidade são enormes. Escolher o melhor dos melhores é um grande desafio para todos que irão compor o júri.

Seabra Neto –  Diferentemente dos criativos, você irá como representante do seu estúdio, o Moreira Estúdio, localizado em Caruaru. Por que você acha que foi convidado e qual a importância desse convite para seu portfólio e o para a empresa?

Ricardo Moreira – Uma boa pergunta! (risos) Acredito que seja um misto de fatores que concretizou o convite. Meu estúdio tem apenas cinco anos de mercado; apesar do pouco tempo, já tivemos a sorte de participar de campanhas premiadas em diversos festivais, entre eles: Cannes Lions, D&AD, New York Festival, The One Show, Clio, entre outros. Paralelo ao estúdio, tenho um projeto chamado Post-Production ADS, no qual seleciono campanhas com excelência na ideia e execução de agências dos mais diversos países. Ele já é uma das páginas de seleção mais curtidas no mundo, tanto no Facebook quanto no Behance. No mais, a importância é muito relevante para o estúdio, pois grande parte dos jurados é composta por criativos. Estar entre eles demonstra a sintonia do nosso estúdio com os demais. Mas essa conquista é do nosso mercado: sem as agências, não haveria Moreira Estúdio.

Seabra Neto – O que você espera encontrar num festival tão grandioso como o NYF Advertising Awards?

Ricardo Moreira – Uma disputa entre grandes ideias, em que  os detalhes  decidirão, entre os finalistas,  os grandes vencedores. Algumas campanhas já passaram por outros festivais, são bem conhecidas, porém, toda competição tem surpresas, trabalhos realizados em mercados de culturas distintas ganham visibilidade e podem se tornar campanhas marcantes de acordo com suas premiações.

Seabra Neto – Em sua opinião, os altos custos de produção, principalmente em vídeo, atrapalham o nível criativo do mercado publicitário?

Ricardo Moreira – Acredito que não. O mercado vem passando por uma mudança em que  um novo modelo está sendo debatido. Sendo assim, as produções fazem parte do negócio e também estão sendo reavaliadas. A produção é um dos fatores que definem o tamanho do mercado, grandes clientes, grandes investimentos. Mas o principal será sempre a criatividade.

Seabra Neto – Como empresário e dono de estúdio, qual a análise que você faz da publicidade produzida, hoje, em Pernambuco?

Ricardo Moreira – Tanto Pernambuco quanto o Nordeste têm um grande poder criativo. O Brasil é reconhecido como umas das forças da publicidade mundial, e da nossa região, surgem, todos os anos, criativos brilhantes. Algo importante que vem acontecendo é a coletividade entre profissionais, agências e fornecedores mais próximos, com resultados finais ainda melhores. E os resultados em festivais vêm melhorando a cada ano. Temos agências entregando campanhas com nível de “brigar” em grandes festivais. Isso é maravilhoso para nosso mercado!

Seabra Neto – O que você espera aprender e como pretende contribuir para deixar sua marca no Festival de Nova Iork?

Ricardo Moreira – Participar de um júri assim é um ato de aprendizagem que começa quando se é escolhido. Já comecei a pesquisar o que vem sendo produzido. É preciso buscar entender a ideia da propaganda e em qual mercado ela foi criada, bem como determinar sua relevância e se seu objetivo foi alcançado. Esse é um aprender único para quem julgará as peças.

Seabra Neto – Para encerrar, qual o recado que você deixaria aos profissionais que desejam investir no segmento de estúdio voltado para o mercado publicitário?

Ricardo Moreira – Acreditem no seu potencial e no nosso mercado. Quanto mais fornecedores crescendo no mercado, mais nosso segmento se fortalece.

Veja outras notícias da coluna acessando o link: http://mercadonoar.com.br/categoria/coluna