Coluna Seabra Neto

Entrevista: Thelma Guerra fala sobre a categoria “Jovens Talentos” no “PPP 2018”

01 ago 2018 por Seabra Neto

A publicitária e professora Thelma Guerra vai coordenar, pela primeira vez, a categoria “Jovens Talentos” da 9ª edição do “Prêmio Pernambuco de Propaganda” (PPP), promovido pelo Sindicato das Agências de Pernambuco (Sinapro-PE), com o apoio da Globo em Pernambuco. Com 15 anos de experiência no mercado publicitário, atendendo contas governamentais, privadas e sociais, Thelma Guerra é coordenadora e professora do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Católica de Pernambuco e professora do curso de Comunicação da UniFBV/Wyden. Na entrevista, que concedeu com exclusividade à coluna, ela fala sobre as novidades da premiação e dá dicas aos estudantes que pretendem se inscrever no “PPP 2018”.

Seabra Neto – Pela primeira vez, você está coordenando a categoria “Jovens Talentos”, no “Prêmio Pernambuco de Propaganda”. Como foi receber o convite?

Thelma Guerra – Fiquei muito feliz em ser convidada para fazer parte do “Prêmio Pernambuco de Propaganda”, que já é consolidado no nosso mercado. A categoria “Jovens Talentos” desperta a curiosidade e o interesse no meio universitário, que hoje é o meu universo. É muito bom estar mais perto e poder estimular estes jovens talentos pernambucanos.

Seabra Neto – Qual sua expectativa quanto ao número de inscrições e à qualidade dos trabalhos que deverão ser criados pelos universitários?

Thelma Guerra – O objetivo é incentivar o maior número de alunos do estado a participar, pois é um momento em que eles podem se mostrar para os profissionais do mercado. A criatividade do publicitário pernambucano é reconhecida em todo o país e esse destaque já começa na universidade. Quanto às inscrições, espero que sejam maiores do que a última edição.

Seabra Neto – O “PPP” sempre indica uma entidade – filantrópica ou ONG – para que as duplas possam desenvolver suas campanhas publicitárias. Qual foi a instituição escolhida para esta edição e por quê?

Thelma Guerra – Para este ano, o “PPP” escolheu o Instituto HandsFree de Tecnologias Assistivas, que é uma instituição sem fins lucrativos que nasceu, em 2015, da vontade de seus fundadores em ajudar pessoas com deficiências físicas severas a se tornarem mais valorizadas pela sociedade. O instituto trabalha no desenvolvimento, apoio e divulgação de projetos de tecnologias assistivas inovadoras, de alta qualidade e de baixo custo para o consumidor. A entidade atua em quatro pilares: dar autonomia para a pessoa com deficiência realizar atividades cotidianas; promover a inclusão social, digital, educacional e profissional; oferecer oportunidades de crescimento pessoal e profissional; e proporcionar o empoderamento e a valorização da pessoa com deficiência.

Seabra Neto – Com foco no regulamento, quantas peças publicitárias, dentro do mote, deverão ser criadas por cada dupla concorrente?

Thelma Guerra – Os alunos deverão apresentar uma campanha com, no mínimo, três peças publicitárias de diferentes tipos e plataformas. Dentre elas, devem constar peças para outdoor, jornal e rádio. Caso as duplas de criação queiram, elas podem sugerir outras peças e mídias.

Seabra Neto – Como e até quando os estudantes interessados em participar da premiação podem se inscrever?

Thelma Guerra – As inscrições já estão abertas e vão até o dia 20 de agosto. O regulamento está disponível no site do “PPP”: (http://www.pppe.com.br).

Seabra Neto – Qual a importância e o que o “PPP” pode oferecer para os universitários?

Thelma Guerra – Primeiro é a oportunidade de colocar a mão na massa, criar a partir de um briefing real para um cliente real. Em segundo lugar, é poder apresentar esse trabalho para profissionais do mercado e ter o contato próximo com pessoas que podem ser seus futuros colegas de trabalho.

Seabra Neto – Para encerrar, qual conselho você daria aos estudantes que pretendem se inscrever no “PPP 2018”?

Thelma Guerra – Que participem!!! É uma grande oportunidade para todos colocarem em prática o que aprendem em sala de aula e mostrarem o potencial que têm.

Veja outras notícias da coluna acessando o link: http://mercadonoar.com.br/categoria/coluna