Coluna Seabra Neto

Izabela Domingues e Paula Dias, da Consumix, falam sobre branding

02 ago 2017 por Seabra Neto

Você sabe o que é branding? Como ele é explorado no mercado publicitário e qual o conceito que as empresas têm sobre ele? Esse é o carro-chefe e o serviço mais procurado pelos clientes da Consumix Consultoria de Comunicação, Consumo e Conhecimento. A empresa, fundada há sete anos pela publicitária, jornalista e professora Izabela Domingues, e que tem como sócia Paula Dias, especialista em marketing digital, branding e e-branding, resolveu adotar o branding no nome. “Não diríamos que a iniciativa seja um novo posicionamento, mas uma forma de tornar o nosso core business mais evidente para o mercado”, justificou Izabela na entrevista que concedeu, com exclusividade e conjuntamente com Paula, para a coluna de hoje no Mercado no Ar.

Seabra Neto –  Por que a Consumix Consultoria de Comunicação, Consumo e Conhecimento resolveu adotar o branding no nome?

Izabela Domingues – Branding sempre foi o serviço mais procurado pelos clientes e o carro-chefe do nosso portfólio de serviços. Além de termos uma grande experiência com o gerenciamento de grandes marcas nas agências em que atuamos, nos mercados de Recife e São Paulo, eu e Paula ministramos disciplinas de Branding nas universidades em que somos professoras de graduação e pós-graduação. Reunimos o conhecimento aplicado ao conhecimento com lastro científico, o que vem sendo bastante destacado pelos nossos clientes na hora em que nos procuram. Eles sabem que serão assessorados por quem realmente entende do assunto e tem base técnica aprofundada para auxiliá-los nas suas tomadas de decisões estratégicas. A Consumix é branding desde seu lançamento e agora traz o seu DNA também no nome.

Seabra Neto – A troca de nome também reflete um novo posicionamento da empresa no mercado?

Paula Dias – Não diríamos um novo posicionamento, mas uma forma de tornar o nosso core business mais evidente para o mercado. Temos expertises que reúnem conhecimentos das áreas de pesquisa de mercado e consumer insights, planejamento de comunicação e marketing digital. Vamos do estratégico ao tático, mas sempre orientados pela locomotiva que nos move e move todas as ações dos nossos clientes: o conhecimento aprofundado de quem é essa marca, do seu brand equity, dos seus diferenciais e do posicionamento mais competitivo em cenários de transformação muito rápida dos negócios e das relações pessoais e de consumo.

Seabra Neto – Para quem não conhece ou ainda não entendeu, qual a proposta da Consumix e como vocês resolveram abrir a empresa?

Paula Dias – Estamos na era do conhecimento e a Consumix tem o conhecimento no seu DNA. Foi fundada por Bela (Izabela Domingues), publicitária, professora e pesquisadora, a fim de oferecer entregas estratégicas mais robustas para os clientes, em função do seu conhecimento em estudos do consumo, consumer insights e, mais recentemente, publicidade de controle, com monitoramento, captura e análise de dados dos consumidores através das mídias digitais e sociais. Em 2016, me associei a Bela em função das nossas expertises semelhantes e também complementares, visto que minha formação primeira é marketing digital, branding e e-branding em São Paulo. Assim  como ela, sou também professora e pesquisadora. Juntas, embarcamos a consultoria no Porto Digital há exatamente um ano. Em suma, atuamos com pesquisas de mercado, branding, e-branding e a implementação de ações derivadas das estratégias de branding no plano tático, com marketing digital e conteúdo. Por sentirmos que as mudanças promovidas pelo branding impactam diretamente a gestão das empresas, temos um produto que reúne conhecimentos de Branding e Business Transformation: o BBBBOX, criado em parceria com a Innovo Group, empresa da área de gestão. Além disso, o nosso DNA  levou naturalmente à criação da Consumix Academy, nosso braço de formação e disseminação de conhecimento estratégico e tático. Montamos e oferecemos palestras, treinamentos e workshops in company a partir das demandas dos nossos clientes. A Consumix Academy é a representante da São Paulo Digital School no Nordeste também e mantém ampla troca de informações com os profissionais de mercado que integram seu time de professores em São Paulo.

Seabra Neto – Com sete anos de mercado, qual o balanço que vocês fazem hoje da Consumix diante das suas propostas de trabalho?

Izabela Domingues – A Consumix é uma consultoria especializada em lançamento e gestão de marcas, fortemente alicerçada no conhecimento prático e teórico de suas sócias. Suas entregas vão do branding ao digital, do estratégico ao tático. É uma empresa do Porto Digital, com sede no Portomídia, que está no lugar certo, na hora certa, com as pessoas certas, visto que as marcas, com sua capacidade de inspirar e inovar, são os maiores ativos das empresas.

 Seabra Neto – Quantas marcas foram criadas e planejadas  ao longo dos últimos anos?

Paula Dias –Desde 2016, com a minha chegada, nosso embarque no Porto Digital e a inauguração da nossa sede no Portomídia, a Consumix foi ampliada e hoje conta com clientes fixos, com entregas do estratégico ao tático, e clientes por projetos específicos. Destacamos o trabalho que estamos desenvolvendo há 12 meses para o reposicionamento da Loja Lucena, em Caruaru, um case de que temos bastante orgulho; toda a estratégia de branding e naming para o lançamento da Casa das Asas; as entregas periódicas para a Escola Encontro; uma consultoria de consumer insights para a Globo Recife; um novo trabalho de branding desenvolvido para a Dupla Comunicação; e o BBBOX (trabalho com expertises de branding e business transformation em parceria com a Innovo Group) para a Emicê, a Norvinco e a própria Lucena.

Seabra Neto – Em sua avaliação, as empresas pernambucanas compreendem a proposta desse trabalho ?

Paula Dias – Sim. A prova é que estamos sendo procurados por clientes de diversos setores que percebem a necessidade de  se reinventar o tempo inteiro e, para isso, precisam contar com especialistas que ofertem entregas sólidas e robustas de análise de cenários, mudanças de comportamento dos consumidores, estratégia, tendências, gestão, inovação e digital. Na Consumix, mergulhamos no DNA da marca e construímos todo o seu território de atuação estratégica, associando nosso conhecimento prático em gestão de marcas fortes a conhecimentos teórico-científicos, que a maior parte dos players atuantes, hoje, no mercado, não consegue entregar.

Seabra Neto – A Consumix já administrou algum conflito de marcas?

Izabela Domingues – Não. Quando a marca faz um trabalho alicerçado de branding, entendendo sua identidade, seu território, seu propósito, suas crenças e valores, sua capacidade de ser trendsetter ou não, fica muito mais fácil minimizar os ruídos com seu público-alvo. O segredo para não sofrer terrorismo de marca é ter um alicerce de branding bem feito.

Seabra Neto – E como vocês avaliam o estudo de marcas na era das redes sociais? O que é bom e sadio ou errado e ofensivo?

Izabela Domingues – O BI (Business Intelligence) é cada vez mais importante e nos possibilita ampliar os públicos, sabendo o que as pessoas querem, por que querem, como querem. A tecnologia está aí para ajudar as marcas a tomarem as decisões corretas e  a se relacionarem melhor com seus públicos, potencializando negócios. A maior parte dos problemas que acontecem na rede entre marcas e consumidores tem a ver com erros de branding: quando a marca não sabe quem ela é, não saberá como falar, o que opinar, como reagir e como se comunicar com seus públicos.

Seabra Neto – Como vocês veem a valorização ou não das marcas em um mercado que atravessa forte crise política e econômica como o Brasil?

Paula Dias – Se as marcas são os maiores ativos das empresas, imagina em tempos de crise. Quem se salva num cenário desafiador é quem tem a marca mais forte. Tudo começa no branding e volta para ele. Vemos, assim, que elas têm cada vez mais essa consciência e procuram empresas, como a Consumix Branding, para tomarem decisões de maneira consciente e alicerçada. Em tempos de crise é que não dá mesmo para atirar no escuro e jogar investimentos fora.

Seabra Neto – Para encerrar, gostaria que vocês falassem um pouco dos cases importantes assinados pela Consumix.

Paula Dias – Podemos destacar a consultoria de branding, naming e reposicionamento de marca desenvolvida para a Loja Lucena, em Caruaru, desde o ano passado. O desafio era atrair o público feminino jovem, sem perder os atuais públicos de relacionamento da marca, e tornar a marca competitiva para os próximos anos, especialmente junto às nativas digitais. A solução foi criar a nova marca LUC, com posicionamento jovem, fashion e trendsetter, diminuindo a visibilidade da marca Lucena e fortalecendo a da marca LUC e o seu relacionamento com o novo público-alvo. Resultado: público jovem e demais públicos na loja e nas mídias sociais curtindo a marca e comprando seus produtos. Também podemos destacar a consultoria de branding, naming e lançamento de marca para a Casa das Asas, no Recife. O desafio era entender o mercado de lazer infantil no Recife a fim de criar uma marca capaz de se diferenciar dos demais players do mercado; e, a partir de suas forças, posicionar a marca evidenciando suas vantagens competitivas. A solução foi a criação de uma marca inovadora em relação à concorrência, com muitos diferenciais competitivos e um nome conceitual e criativo, capaz de atrair as crianças e suas famílias para viverem experiências únicas e inesquecíveis. Resumindo: no primeiro mês de férias escolares, lotação esgotada e fila de espera.

Veja outras notícias da coluna acessando o link: http://mercadonoar.com.br/categoria/coluna